quinta-feira, 27 de junho de 2013

Primeira Fiada

Momento Crucial


Fundação feita, é chegada a hora de assentar a primeira fiada do tijolo solo-cimento (ecológico), a única que é feito na argamassa de cimento. É crucial e delicada essa etapa pois todas as fiadas posteriores vão depender do nivelamento, esquadrejamento e modulação dessa primeira. Qualquer problema dessa ordem que se tenha na primeira fiada, vai ser amplificada e dificilmente corrigida nas demais.

Por isso que esse momento leva mais tempo do que as demais fiadas. Deve ser feito com cuidado e atenção, sempre com uso de ferramentas como nível de bolha e um esquadro, ambos sempre o mais longos possíveis, pois assim conseguem garantir a medição do encontro de vários tijolos. Ideal também que se use uma argamassa impermeabilizada, pois isso evitará que a umidade suba pelo tijolo, que geralmente apresenta bastante absorção.

Outro detalhe importante é a observação obrigatória da modulação prevista em planta. Toda a primeira fiada da casa é feita com tijolos inteiros, deve se considerar onde haverá paredes grampeadas, ou seja, onde há o encontro de uma parede perpendicular a outra, sem que uma transpasse a outra. Negligenciar isso gera problemas de modulação como paredes fora de medida ou com medidas não múltiplas da medida do tijolo, descasamento do padrão intercalado, fendas contínuas no meio de uma parede, necessidade de incluir meio-tijolo no meio de uma fiada e outros cenários. Tudo isso é bem fácil de acontecer nesse imenso Lego.

O primeiro passo que o pedreiro realiza é definir o ponto de referência para as medições. Assim podem ser definidos outros pontos de onde partirão as linhas que servirão de base para o assentamento da primeira fiada. A partir desse ponto de referência, inicia a montagem da primeira fiada, sem assentá-la. É apenas a montagem do esboço da alvenaria, serve para validar se a modulação está correta, evitando problemas enquanto eles ainda são facilmente corrigíveis. Nessa montagem, não há vão livre, abertura de portas e janelas, o tijolo é colocado no perímetro da casa toda.

Ilustrando:

Esticando as linhas e posicioando os tijolos
03/06/2013
Problemas podem ser antevistos antes de assentar, evitando maiores prejuízos
Primeira fiada sempre com tijolo inteiro
Validam-se as medidas dos comodos
Nesse meio tempo o telhado da casa foi removido
Modulação verificada, pode começar o assentamento.

* Detalhe da casa sem o telhado, recai naquilo que disse de ampliação. No meu caso, eu tinha uma casa, passei a não ter durante o processo, para no final voltar a ter outra casa maior.

Vou ilustrar em um post a parte todos os erros que tive e que podem acontecer nesse tipo de obra, mas nesse momento acima surgiu alguns problemas a se resolver, coisas que somente montando a primeira fiada se poderia detectar.

O assentamento dos tijolos geralmente é feito com 2 cm de massa, mas na minha casa foi feita com mais por conta da opção de passar a tubulação hidráulica de água limpa pelo contrapiso. Fiquei bastante na dúvida na época, mas assumi como melhor opção passar pelo contrapiso ao invés de descer sempre de cima, minimizando a quantidade de canos na parede, o que pode ser melhor para eventuais manutenções que surjam ou até mesmo para evitar furar um cano fixando um quadro (se bem que, tendo o projeto completo, só sendo negligente para cometer esse erro).

Após a primeira fiada é que são feitos os furos na fundação para fixação das barras de ferro que fazem parte dos grouts. São nesses lugares em que haverá preenchimento do furo dos tijolos com concreto para fortalecer a estrutura da parede, em uma função similar a colunas. O vergalhão é colado no concreto com cola epoxy específica (usamos a Compound Adesivo da Vedacit/ Otto  Baumgart). Esse adesivo "trava" completamente o vergalhão no concreto, é bem seguro. A bitola do vergalhão é definida no projeto,  sendo necessário critério na escolha, algo que somente um engenheiro tem condições de fazer.

Esse o momento da primeira fiada foi o mais tenso para mim. Vi várias obras em estágio avançado durante meus estudos sobre o tijolo solo-cimento (ecológico) e muitos erros cometidos. Fiadas fora de nível, paredes fora de esquadro, modulação incorreta, vãos entre os tijolos, situações que estragam por completo a beleza da aparência do tijolo a vista. Como não quero de forma alguma rebocar ou passar gesso nas paredes, me senti muito pressionado e repassei a pressão para o pedreiro por conta de dúvidas e dificuldades encontradas. Ainda tinha um agravante, como se trata de ampliação e estou construindo a parte nova com um tijolo de diferente tamanho do que já está lá (25 cm novo, 30 cm o velho), onde houver junção da alvenaria nova com a antiga, vai existir uma grande diferença de padrão. Nesses locais não vai ter jeito, vou ter que revestir, fazer alguma arte para melhorar o aspecto. Mas o restante da casa tem que ficar impecavelmente nivelado, cantos de parede no esquadro, paredes em prumo, sem tijolos quebrados ou mal posicionados.

E assim foi:

De frente a sala, ao fundo a cozinha já dentro do perímetro da casa "antiga". A direita parte de um dormitório.
Sr. Camilo no trabalho de lego, dentro do banheiro social.

A porta de entrada da sala será aí.
Entrada pro hall dos quartos
Conduítes subindo já dentro do furo do tijolo.

Aí de frente fica a varanda e a suíte master.
Detalhes dos grouts
Parede da cozinha
Detalhe do alinhamento do tijolo. De noite não favoreceu, mas mostra o quanto eu estava tenso. Atingiram  a quarta fiada em 1 dia.

Agora sim a casa começa a aparecer e a alvenaria subirá rápido, pois para assentar os tijolos basta passar cola na face superior do tijolo assentado e colocar o outro por cima, seguindo a padronização da montagem.






Ei! Já viu os marcadores de temas na lateral direita do Blog? Com eles você filtra os posts pelos seus temas! Um dos marcadores é o Alvenaria, confira: http://www.tijolosolocimento.com.br/search/label/Alvenaria





Um comentário:

  1. esse sistema ta se expandindo e ganhando mercado muito rapido

    ResponderExcluir