TERRAMAX Capacitação e Treinamento

quarta-feira, 15 de abril de 2015

2 Anos Depois

O Que Temos?


O tempo passou rápido, 2 anos voaram e cá estamos nós praticamente parados no tempo. Muita coisa foi feita, muito avanço alcançado, mas ainda não alcançamos a meta final e isso é um grande desconforto.

No dia 12/04/2013 iniciávamos a obra com demolição, compactação de terra, preparação para a fundação. Eram dias magníficos com avanços constantes, onde a coisa evoluía rapidamente. Hoje o cenário é completamente diferente. Passam dias e dias sem que nada mude, apenas a paisagem de forma natural, sem nenhum progresso na obra.

E o que falta? Faltam muitas coisas, todas de acabamento: revestimentos, fechamentos (portas e janelas), louças, pedras, metais, gesso e elétrica. Obras que somadas, possuem custo que ultrapassa 1/3 de tudo que foi gasto até agora. Além disso, são síncronas ou até simultâneas: precisam ser executadas em conjunto. Isso dificulta e implica na questão financeira, pois o investimento deve ser feito em massa, em grandes volumes de uma vez só.

Diante disso paramos...Colocamos o pé do freio a primeira vez em 10/2013 com o término da construção bruta. Retomamos em meados de 2014 com o rejunte e paralisamos novamente com a conclusão desse passo. No mês 10/2014 voltamos a realizar tarefas de alvenaria que eram obras acessórias, finalizando antes do fim do ano. Depois disso nada foi feito. Sempre têm tarefas de manutenção que eu mesmo executo, limpeza e manutenção do terreno, alguma resina aplicada nas paredes (algo que não finaliza nunca), etc. Mas grandes avanços, nenhum!

A sensação de estar tão perto e tão longe ao mesmo tempo é angustiante e até que consigamos terminar nossa casa, todo investimento que foi feito até aqui não se torna proveitoso. Certamente ele será, mas até lá precisamos arregaçar as mangas, trabalhar e obter o que falta para que nosso sonho se concretize: dinheiro!


Uma das manutenções mais frequentes: roçar!

Avante!