sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Dica do Dia - 07/02/2014

Dicas Rápidas e Úteis - Armazenagem dos Tijolos


Para movimentar o blog e ter conteúdo aproveitável pelos entusiastas da construção usando tijolo solo-cimento, programei uma série de dicas rápidas e pontos de atenção que desejo compartilhar com base no que evidenciei em minha obra.

Vale o ressalto que não sou engenheiro civil e que cada caso é um caso, o que foi verdade para mim pode não ser para você e sua obra. De qualquer forma, a intenção é reunir algumas dicas que ao menos sirvam para lembrete e ponto de atenção, de uma forma que isso te leve a se certificar que não será problema na realidade da sua obra.

A dica de hoje é sobre a armazenagem dos tijolos solo-cimento. Nem preciso dizer que armazená-los com cuidado garantirá menor desperdício e melhor aparência final, caso a alvenaria venha a ficar exposta/a vista. O ideal é que os tijolos venham do fabricante acondicionados em pallets, devidamente embalados com filme plástico, pois isso facilitará o transporte preservando os tijolos, deixará a obra mais organizada e ocasionará em um melhor aproveitamento de espaço. O filme plástico ajuda a manter a umidade do tijolo, especialmente na primeira semana após a imersão, onde o tijolo ainda está em processo de secagem e o cimento acrescido em sua composição, passando pelo processo de cura. Outro detalhe importante é o local onde serão armazenados. Com a umidade excessiva, pode ocorrer formação de bolor no tijolo, algo que o mancha e exigirá a raspagem posteriormente. Se ficarem em contato direto com terra, podem manchar profundamente ou mudar de tonalidade.

Em minha obra fiz questão que fossem descarregados os tijolos no pallet, o que acabou sendo trabalhoso no ato, mas justificou-se depois com o pouco índice de quebras. As cargas estavam embaladas com o filme plástico e longe do chão. Só tivemos problemas com um frete, onde por descuido e ignorância do motorista, durante o trajeto até minha obra, a parte debaixo da carga praticamente se quebrou toda, portanto ter um caminhão Munk com um motorista cuidadoso, é essencial.

O Edilson da Tijokez, em uma prestação de serviços irretocável, levou até a sua empilhadeira para descarregar os pallets
E assim ficaram acondicionados, até o uso efetivo na obra
Não foi nada fácil descarregar tudo nesse solo inadequado para uma empilhadeira, mas valeu o esforço

Essa é a dica de hoje. Segunda tem mais!



2 comentários:

  1. Foram quantos milheiros utilizados na obra? E para aproveitar o espaço, detectou alguma trinca ou os tijolos que ficaram expostos ao sol (os que não tem varanda para proteger) apresentaram algum problema?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá José, boa tarde.

      Nessa carga inicial eram 16.000, acredito que tenha utilizado no total contando com o canil que construí, por volta de 18.000~19.000.

      Eu tive algumas trincas fruto de pequenas movimentações na estrutura, algo plenamente evitável no devido assentamento dos tijolos. São casos pontuais onde os tijolos ficaram fora do nivel adequado ou então, onde isso ficou mais evidente foi nas paredes reformadas. Ao intervir em vãos, realizar cortes e modificações em alvenarias prontas (reforma), tive pequenas trincas também.

      Mas é algo que pode ser evitado com o correto assentamento dos tijolos, com tijolos de qualidade que "encaixem" e assentem perfeitamente e com o uso de cola PVA no assentamento, que facilita a montagem e o travamento durante a elevação das alvenarias.

      Postarei em breve um material sobre patologias do tijolo, confira.

      Obrigado!

      Excluir