domingo, 12 de abril de 2020

7!

7 Anos


7, o número místico em tantos campos como na Filosofia, Religião e Ciência, não poderia passar em branco a comemoração desse ano.

Emprestando da filosofia de Prudêncio, o 7 está presente na quantidade de virtudes humanas: Esperança, Fortaleza, Prudência, Amor, Justiça, Temperança e Fé. Vou aproveitar esse gancho para descrever minha sensação passados esses 7 anos desde o início das obras que nos levaram ao melhor lugar do mundo para estar agora: nossa casa.

Quando iniciei tudo isso tinha esperança de que valesse a pena todo o esforço de levantar uma casa como essa, usando de um método incomum, em um lugar inóspito. Exercitamos a fortaleza criando coragem para dar o primeiro passo e sair da inércia. Com prudência buscamos conhecimento, parceiros e pontos de apoio para essa jornada. Aos poucos adquirimos amor ao projeto, ao desafio e agarrados na daquela hipótese que precisava ser nossa verdade, porque confiávamos que suportando o longo tempo, sendo perseverantes e pacientes, conquistaríamos nosso lugar.

Claro que é fácil agora reconhecer o valor de tudo isso, tantos anos depois fizeram permanecer só as melhores lembranças e muita vivência gostosa de se ter um lugar como esse. Mas esse 12/04/2020 é bastante especial em tempos de uma pandemia que mudou/mudará toda nossa forma de ver o mundo daqui em diante.

Claro também que não foi só o tijolo que facilitou tudo isso, tivemos muitas outras oportunidades que permitiram construir uma casa acima da média e inserida em um contexto muito fértil. Mas é surpreendente e recompensante refletir o quanto tudo isso potencializou nossas vidas, o quanto essa decisão de 7 anos atrás se mostrou importante para elevar nossa qualidade de vida e nos fazer hoje muito privilegiados nesses tempos de isolamento social. E o tijolo foi o objeto central desse momento, foi a peça que materializou toda nossa esperança e que nos fez acreditar que tínhamos um bom plano, bons materiais e condições para executar.

O que gostaria de deixar de mensagem nesse momento é que de todas as formas possíveis para se construir algo, precisa existir alguma em que você acredite de fato, quando escolher construir. Para qualquer uma delas será necessário uma boa dose de pesquisa, conhecimento e perseverança, colocar esforços naquilo para garantir que está sendo eficaz. Se cercando de profissionais e materiais adequados, por mais tempo que isso possa levar, ao final tudo fará sentido. Todos os problemas serão se você encarar resolvê-los empregando todas as forças que você dispõem. Não importa qual o tamanho da sua construção, o tipo de acabamento ou preço do m². Não importa se você sabe assentar tijolos ou nunca sujou a mão de cimento.

Hoje parece tudo suntuoso. Não quero dizer que foi barato, mas partimos praticamente do zero, muito pouco dinheiro, muito financiamento e empréstimos, muita economia e esforço para realizar esse sonho. E a magia do tijolo é que esse sistema torna tudo tão mais racional e acessível que pode funcionar para seu sonho também, pode ser o empurrão que lhe falta para acreditar, botar a mão na massa e construir.

Fica aqui um pouco de como era, como ficou, para ilustrar e incentivar!

10/05/2015


10/05/2015



17/08/2013



10/02/2014



10/05/2015



03/05/2015


2 comentários:

  1. Acho que é essa a magia do tijolo a vista, da um ar mais nobre ao imóvel, apesar de ser mais econômico. Parabéns pela conquista. No meu caso, já se passou 3 anos que tenho a maquina, e ainda nem comecei a fundação...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigo José! Sou suspeito, tenho apreço pelo tijolo a vista desde sempre...rs

      Excluir